Publicado em John Mayer, Sobre a Vida

There’s more to things than just one thing

friends

Aqueles que já leram o meu texto “Para quando você conhecer uma pessoa” já devem ter notado que essa questão de procurar conhecer bem as pessoas e criar laços verdadeiros é algo que já está fornecendo matéria para minhas reflexões há algum tempo. Mas foi nessa semana que eu realmente parei para pensar o quanto nós, infelizmente, ainda julgamos as pessoas sem conhece-las direito.

E quando eu digo julgando, não estou falando necessariamente de uma crítica, mas de conceitos, rótulos que criamos para as pessoas sem sequer saber antes a sua história.

Eu tenho ‘conhecido’ muita gente nova de uns tempos pra cá e eu tenho de fato tentado CONHECER mesmo essas pessoas, conversando, perguntando e principalmente ouvindo. O ruim é que na maioria dos casos, a gente especula muito mas ouve pouco. A pessoa fala de algo que ela gosta, por exemplo, e só com essa informação já criamos toda uma imagem a respeito dela. Às vezes acabamos achando que uma única característica ou gosto pessoal é capaz de defini-la.

Daí eu comecei a pensar: qual será a imagem que as pessoas por aí andam criando a meu respeito?

Eu amo John Mayer, Tiago Iorc… mas também gosto de Rock’n Roll e bato muita cabeça ouvindo System of a Down… e também gosto de músicas fofas de várias séries e animações musicais da Disney. Leio Machado de Assis, Camões, Goethe, Victor Hugo mas também adoro as histórias do John Green e do Nicholas Sparks. Luto Jiu-Jitsu mas também não abro mão de sair de casa sempre com o cabelo bem bonito. E hoje eu vivo feliz com toda essa minha multiplicidade, mesmo correndo o risco de ser julgada como se eu fosse apenas uma parte disso tudo.

Há sempre algo a mais nas pessoas que são incrivelmente legais!

O triste é que, muitas vezes, além de criarmos uma imagem da pessoa apenas por seus gostos, também julgamos o que elas fazem ou deixam de fazer sem saber o porquê disso. E durante essa semana eu aprendi uma coisa importante demais: há sempre uma história!

Os nossos atos do presente não são por acaso, são reflexos de experiências da infância que nos marcaram, frases que ouvimos de pessoas da nossa família, de professores… Tudo tem um porquê, tudo tem uma história! E como é bom poder conhecer um pouco mais da história das pessoas que estão ao nosso lado, para que assim elas possam aos poucos estar também dentro de nós, fazendo parte da nossa própria história.

Obrigada, meu amigo, por compartilhar comigo um pouco mais de você! Um pouco daquilo que ninguém vê e que só me fez ter vontade de te conhecer mais ainda.

Autor:

Thaís tem 25 anos, é formada em Letras pela UFF e recentemente concluiu o mestrado em Literatura Brasileira. Adora dar aula e sempre que dá leva alguma música. A Thaís acha o Machado de Assis o escritor mais genial e totalmente incrível de todos os tempos e na música não há outro como John Mayer. Ela sabe fazer um brigadeiro muito bom, mas garante que escrever é o que de fato ela sabe fazer de melhor nessa vida.

Um comentário em “There’s more to things than just one thing

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s