Publicado em Poesia

Soneto ao Gragoatá

IMG_2365
Eu, no Gragoatá! ^_^

Ah, meu Gragoatá! És meu refúgio à beira-mar!
És tão acolhedor… És meu segundo lar!
De manhã és sol que envolve e à tarde, brisa que vem refrescar
De noite és abrigo de amantes, és ópio que faz viajar.

Ao pé da palmeira ponho-me a divagar.
À frente a Ponte, à direita o Teatro Popular,
À esquerda outra arquitetura, é outro lugar.
A beleza que há aqui é tão outra do lado de lá!

Aqui tudo me encanta, tudo me faz meditar.
Das barcas passando em seu ritmo particular
Às garças flanando entre o azul do céu e o azul do mar.

Teu chão recebe músicos, poetas, gente que vem estudar.
És porto, és tablado! É pena eu não poder ficar.
Ah, meu Gragoatá! És meu recanto de sonhar!

(Thaís Bartolomeu – 2014)

Autor:

Thaís tem 25 anos, é formada em Letras pela UFF e recentemente concluiu o mestrado em Literatura Brasileira. Adora dar aula e sempre que dá leva alguma música. A Thaís acha o Machado de Assis o escritor mais genial e totalmente incrível de todos os tempos e na música não há outro como John Mayer. Ela sabe fazer um brigadeiro muito bom, mas garante que escrever é o que de fato ela sabe fazer de melhor nessa vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s