Carta ao mar

imagesM3I4GNGQ

Destino, enigmático ser de mãos sábias,
Escreve cartas sem assinar
As coloca numa garrafa de vidro
E depois as lança ao mar.
O acaso, seu subordinado,
Se encarrega de as fazer chegar
Às mãos dos pequenos mortais
A quem só cabe ler e interpretar.

Thaís Bartolomeu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: