E você sorriu pra mim (soneto)

estações

Eu estava aqui no quarto a toa
Tentando rimar romã com travesseiro
Quando lembrei daquela noite boa
E dos nossos doces beijos de janeiro.

Você fazia músicas sobre quem passava
E enquanto eu tentava disfarçar o riso
Entre um acorde e outro você me beijava.
Como eu adoro esses seus improvisos!

E você sorriu pra mim quando eu disse
O quanto gosto de te ouvir tocar.
Como conhecer você e não se apaixonar?

E acho que quem passasse e nos visse
Iria dizer que formamos um belo casal.
Ainda teremos tempo de mudar nosso final?

Thaís Bartolomeu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: