Publicado em Poesia

Nietzsche

São estes teus olhos pequenos
E toda a paz que eles me dão
Ou são os seus sorrisos amenos
Que tranquilizam meu coração?

Talvez seja a sua doçura ao falar
De coisas que me fazem sorrir
Ou o jeito carinhoso de me tratar
Ainda quando falo em desistir

Deve ser, então, um pouco de tudo
De Nietzsche às bochechas rosadas
Dos assuntos sérios às risadas

O que faz meu mundo ter mais conteúdo
O que traz pra minha vida cor e alegria
E transforma qualquer dor em poesia

Thaís Bartolomeu – 2015

Autor:

Thaís tem 25 anos, é formada em Letras pela UFF e recentemente concluiu o mestrado em Literatura Brasileira. Adora dar aula e sempre que dá leva alguma música. A Thaís acha o Machado de Assis o escritor mais genial e totalmente incrível de todos os tempos e na música não há outro como John Mayer. Ela sabe fazer um brigadeiro muito bom, mas garante que escrever é o que de fato ela sabe fazer de melhor nessa vida.

3 comentários em “Nietzsche

  1. Nossa, um soneto pra mim ? Como reagir ? Como lidar ? Eu só tenho a agradecer, a cada dia que você tem estado ao meu lado, a super amiga que você é, a cada palavra dita, a cada música ou estrofe cantada. Obrigado pelo carinho e pela super amizade. Minha escritora preferida. Mas convenhamos que existiam fotos melhores minha amiga kk. Obrigado por tudo. Obrigado pelo soneto. Obrigado pelo carinho. Obrigado pelas palavras. Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s