Publicado em Filmes e Séries, Sobre a Vida, Sobre Música, Sobre o Amor

Here’s to the ones who dream (La La Land sem spoiler)

No último dia 12 La La Land, o filme que arrasou no Globo de Ouro e que já é o queridinho do Oscar, teve sua pré-estreia no Brasil e felizmente eu pude ir ao cinema vivenciar essa maravilha. O filme foi muito além das minhas expectativas e vou falar por quê.

Como eu não sou nenhuma expert em cinema, não vou aqui falar da direção ou da fotografia (apesar de ter achado tudo incrivelmente lindo e bem produzido). Antes, como uma sonhadora e grande admiradora de boas histórias, quero falar sobre por que La La Land me encantou tanto.

À essa altura, independente de já ter assistido ou não, você já deve saber que o filme trata da história de amor de Mia (Emma Stone), uma atriz inciante, e Sebastian (Ryan Gosling), um pianista louco por jazz, e a saga de ambos em busca de realização profissional. Até aí nada que você nunca tenha visto antes.

O que mais mexeu comigo no filme foi sentir o quanto as situações que iam acontecendo ao sonhador casal durante o filme eram reais, o sentimento de ser incompreendido ou subestimado é expressado de forma tão intensa e verdadeira que é como se estivesse acontecendo com a gente! E pra quem já passou por situações parecidas então (como é o meu caso) dá até vontade de chorar! 😦 Isso sem falar das situações cotidianas, dos sustos, dos momentos sem reação, de hesitação que fazem a gente se sentir quase dentro do filme. E em quase todos os momentos que tinham tudo pra ser clichê acontece algo inesperado pra nos fazer rir e quebrar a expectativa.

La La Land é um filme sobre sonhadores e para sonhadores! Para aqueles que insistem em contrariar a maré que nos leva em direção a nada além daquilo que é formal: faculdade, emprego estável… e tudo tendo que ser feito dentro de um certo período de tempo. É um filme pra nos lembrar dos nossos sonhos, daquilo que nos move e nos faz ser quem nós somos!

Como seria bom se eu pudesse viver só de escrever, o artista só de interpretar, o músico só de tocar e assim por diante! E pra mim o mais lindo de tudo foi sair do cinema com aquela vontade de não desistir de nada do que eu quero fazer! E não foi à toa que a canção Audition foi a que mais me tocou (e virou minha favorita no filme).

Obviamente eu gostaria de falar muito mais sobre o filme, especialmente sobre a história de amor dos protagonistas e do momento final no bar (que simplesmente me deixou no chão). Porém, em consideração à grande parte das pessoas que possivelmente ainda não viram o filme (já que estou escrevendo apenas um dia depois da pré-estréia) vou deixar isso para uma próxima oportunidade. 😉

Então só pra fechar, se você ainda não assistiu La La Land vá fazer isso o quanto antes porque o filme é só amor! E se você tem o sonho de viver da sua arte, seja ela dançar, escrever, pintar, cantar, cozinhar, interpretar ou whatever insista nisso! E procure sempre ter por perto aquelas pessoas que não vão te julgar ou querer mudar quem você é, mas que vão mergulhar de cabeça no seu sonho com você. ❤

Autor:

Thaís tem 25 anos, é formada em Letras pela UFF e recentemente concluiu o mestrado em Literatura Brasileira. Adora dar aula e sempre que dá leva alguma música. A Thaís acha o Machado de Assis o escritor mais genial e totalmente incrível de todos os tempos e na música não há outro como John Mayer. Ela sabe fazer um brigadeiro muito bom, mas garante que escrever é o que de fato ela sabe fazer de melhor nessa vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s